fbpx

Dívida Ativa: O Que Fazer para Regularizar sua Situação Fiscal

 Lidar com a dívida ativa pode ser uma situação desafiadora para empresas de todos os portes. A pressão financeira e as consequências legais podem afetar significativamente a saúde financeira e a reputação de um negócio. Neste artigo, abordaremos o tema da dívida ativa, explorando suas causas, consequências e fornecendo orientações práticas sobre o que fazer para regularizar sua situação fiscal.

O que é Dívida Ativa?

A dívida ativa refere-se aos débitos de natureza tributária ou não tributária que uma empresa possui e que foram inscritos pela autoridade competente, como a Receita Federal ou a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Esses débitos podem incluir impostos, multas, juros e outras obrigações não cumpridas.

Causas da Dívida Ativa:

  • Falta de planejamento tributário adequado.
  • Erros na apuração e pagamento dos impostos.
  • Desconhecimento das obrigações fiscais.
  • Dificuldades financeiras ou de gestão.

Consequências da Dívida Ativa:

  • Cobranças e notificações por parte dos órgãos competentes.
  • Restrições para a obtenção de certidões negativas.
  • Possibilidade de execução fiscal e penhora de bens.
  • Prejuízos à imagem e reputação da empresa.

O Que Fazer para Regularizar a Dívida Ativa?

  1. Avalie a Situação:
  • Identifique os débitos existentes e a situação atual da sua empresa.
  • Organize documentos e comprovantes de pagamento para análise.
  1. Busque Orientação Profissional:
  • Consulte um especialista em consultoria tributária para avaliar a melhor estratégia de regularização.
  • Conte com o suporte de profissionais experientes para lidar com a complexidade dos procedimentos legais.
  1. Negocie com os Órgãos Competentes:
  • Entre em contato com a autoridade responsável pela dívida ativa para buscar opções de parcelamento ou acordo.
  • Apresente propostas viáveis e esteja disposto a negociar prazos e condições.

4. Estabeleça um Planejamento Financeiro:

  • Crie um plano de pagamento para quitar os débitos pendentes.
  • Reestruture as finanças da empresa, considerando cortes de despesas e aumento de receitas.
  1. Cumpra com as Obrigações Fiscais Futuras:
  • Aprimore a gestão tributária da sua empresa.
  • Mantenha-se atualizado sobre as obrigações fiscais e cumpra-as rigorosamente.
  1. Mantenha Comunicação com os Órgãos Competentes:
  • Informe-se sobre eventuais mudanças nas condições de pagamento.
  • Mantenha um canal aberto de comunicação para esclarecer dúvidas e resolver pendências.

Conclusão:

A dívida ativa não precisa ser uma sentença permanente para a sua empresa. Com o devido planejamento, orientação profissional e comprometimento, é possível regularizar a situação fiscal e restabelecer a saúde financeira do seu negócio.

Caso precise de assistência adicional ou tenha outras dúvidas relacionadas à área tributária, não hesite em buscar a consultoria de profissionais qualificados.

Gostaria de saber mais sobre o conteúdo ?

 

Clique aqui para saber mais

 

Ficou com mais alguma dúvida ?

 

Entre em contato conosco

_______________________________________

 

Dr. Hyan Smões Alves | Advogado Tributarista

E-mail: hyan.alves@hsadvtributaria.com

WhatsApp: (27) 99845-4178

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome